terça-feira, 18 de maio de 2010

Homofobia Presidencial

Ontem o Presidente da República, enojado, contrariado e meio amuado falou aos portugueses, explicando porque promulgou a lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Considerações à parte sobre o tema, o que me repugna verdadeiramente é que o Presidente venha dizer que “foi obrigado” a promulgar a lei, que o fez contrariado, que o sim foi dado em nome da crise, para não dividir mais os portugueses e não desviar a atenção dos políticos para a resolução de outros problemas bem mais graves.
Quer dizer que se não houvesse crise, que vetava a Lei é isso?
Penso que a matéria sobre este e outros temas, não devem ter por base a desculpa da crise, cada assunto tem a importância que tem, e assim deveria ser pensado e decidido, claro que existem matérias que não se podem dissociar do enquadramento económico, social e político em que se vive, mas não me parece que este seja o caso.
Este discurso só vem provar, mais uma vez, que Portugal é vítima de uma "Fobia Politica" disfarçada por uma caneta desgovernada, que por engano, lá vai assinando acertadamente uns papéis e que por acaso apenas decidem a vida das pessoas, nada de mais. 



Imagem: Internet

4 comentários:

Anónimo disse...

Tens toda a razão estamos entregue à bicharada. Gosto muito do teu blogue.
Paulo

Tulipa disse...

Olha Catarina, não ouvi o discurso e pelos vistos ainda bem. É realmente muito triste que o Presidente tenha este tipo de postura em relação a qualquer assunto. É a verdadeira demonstração das políticas sociais que temos no nosso país. Enfim...
kiss

Gingerbread Girl disse...

Eh eh... por acaso notava-se o ar de contrariado dele... :p
Parecia aqueles pais extenuados que após muita insistência dizem ao filho "Vá, como lá o rebuçado... mas olha que na devias! nah nah."

*

Catarina Reis disse...

Pois é Paulo estamos entregues à Bicharada.

Sim Tulipa, a postura deixa muito a desejar, mas não deixa, ao mesmo tempo de ser cómico, como a Gingerbread diz, parecia um pai que acabou de dar um rebuçado sem querer dar.

Bjs para todos.
Catarina

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...