segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Que se deixe ser a justiça a fazer a justiça..

E se subitamente... não ouvíssemos mais falar de corrupção, de branqueamento de capitais, de favorecimentos, de lavagens de dinheiro. Se deixássemos de espreitar por entre as "cortinas" à procura daquela "imagem" que mostrará o rosto que não queremos crer, mas que todos queremos ver. Se deixássemos de usar a nossa "sede de verdade", como desculpa, para mexer com tudo, em tudo.
 Julgar!
Que se cumpram as leis e que se faça justiça, mas que se deixe ser a justiça a fazer a justiça.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

O Lixo do Luxo


Tanto se tem falado por estes dias em honestidade.
Os vistos Gold são a prova viva de que a ganância e a vontade de fazer e de usar o poder em proveito próprio passando por cima de todos, num vale tudo e num tudo vale, daqueles que nada valem. UM LIXO!
E pensar que os "bons" exemplos acabam por vir dos homens que no exercício do seu trabalho encontraram "o Euro Milhões" e que não hesitaram em o devolver. Pessoas que levam para casa as "migalhas", a que um dia "os do vale tudo e do tudo vale, daqueles que nada valem", resolveram dar o nome de salário mínimo. UM LUXO!

 "Ao meu querido fã número um, que reclamou a ausência da Catirolas"