terça-feira, 12 de julho de 2011

A agenda da Catirolas

Caros amigos e colegas de escrita, provavelmente por estes dias não vou andar tanto por aqui, estarei alguns dias a controlar o Orçamento do Estado, sentada numa esplanada, munida de todo o tipo de tecnologia de ponta, com a qual não sei trabalhar, mas que os meus 7 empregados (um para cada dia da semana), dominam perfeitamente.
Estarei pelas festas mais badaladas de principio e final de tarde, dos tios e primos menos conhecidos da imprensa cor-de-rosa choque, mas com muita febra, e sardinha à mistura.  Lá mais para o final do mês de Agosto, se ainda me sobrar tempo,  darei um pulinho à colónia de Ratinhos em Armação de Pêra,  com as minhas gatas, para mais um dia de convívio e confraternização, e também para encher a despensa lá de casa, que isto da crise toca a todos.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Palavras para alguém especial

Por vezes quando pensamos que determinado acontecimento menos bom, nos torna mais fortes e menos vulneráveis à dor; quando procuramos no interior, energia suficiente para encorajar alguém, com piadas eruditas, sorrisos parvos, e gestos que querem dizer precisamente o contrário do que estamos a sentir, tudo isso e muito mais, não passa de uma fachada para aguentarmos um percurso que deveria demorar hora e meia a fazer, mas que por força do peso dos pés e a lei da gravidade, demora muito menos e dói escandalosamente muito mais. E entre esse espaço de tempo que é apenas um pedaço da nossa vida, tantas coisas pensamos, tantas lágrimas deixamos, tanto sofrimento sentimos sozinhos em silêncio; para quando chegar a hora de regressares novamente a casa, poderes ver apenas, e apenas só, aquele abraço caloroso e aquele sorriso do tamanho do mundo.

Por favor volta depressa, estamos cá à tua espera. Beijos.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Ratazanas na praia?? Eu tenho a solução

Parece que lá para os lados de Armação de Pêra, uma colónia de ratos, ratinhos e ratazanas resolveram ir à praia, depois de um ano de trabalho. Como acontece habitualmente nestas notícias, a reportagem mostra um conjunto de vozes mais efusivas dizendo que é um problema de saúde pública, que afasta o turismo, etc. Ora, o que eu acho é que atirar beatas para a areia, deixar lixo na praia, levar os animais de estimação e não apanhar os dejectos deixados no areal, entre outras coisas, isso sim é um problema de saúde pública, os animais estiveram sempre ali, tanto de Inverno como de Verão; se pensarmos bem, eles é que estão assustados porque agora têm uma colónia de humanos a invadir o seu espaço.

De qualquer forma, informo o Presidente da Câmara que se quiserem podem contratar os serviços da minha gata "Cambalhotas" para resolver o assunto.

A caçadora



A Caçada

terça-feira, 5 de julho de 2011

O Ex-deputado Fernando Nobre a má língua da Catirolas

Este fim-de-semana nove pessoas ficaram presas,  8 horas, naquela que é considerada a mais assustadora montanha Russa da Escócia, aparentemente cidadão anónimos que não ganharam para o susto, mas na realidade, eram apoiantes do Fernando Nobre, que antevendo a sua acção de renúncia ao cargo de deputado, ficaram muito tristes e sensibilizados. É que agora, o Sr. Presidente da Ami, vai ter que se organizar e aprender a viver com o rendimento familiar de apenas 93 mil euros ano, não sei como vai ser possível, mas antevejo muitos dias a pão e água.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Prioridades ao contrário


No Sábado passado assistiu-se mais uma vez em directo, do Principado do Mónaco, a um casamento. Em Portugal, esta festa real, teve cobertura de dois canais portugueses.
Pelos Zappings que fui fazendo, a pior transmissão foi mesmo a da TVI, uma vez que os locutores que faziam a cobertura, atropelavam-se uns aos outros, não se percebendo muito bem o que diziam e em que contexto.
Mas mais importante que isso, para mim continua a ser a excessiva importância, que a comunicação social e as pessoas em geral, dão a este tipo de fenómeno, que muitas das vezes é apenas fachada para um mundo de faz de conta.

No passado Domingo, houve em Tomar inserido na tradicional Festa dos Tabuleiros, o "Cortejo dos Rapazes", que é o desfile das crianças das escolas do concelho com os Tabuleiros à cabeça. Faz-se este cortejo com vista a incentivar a participação dos mais novos e garantir assim a continuidade do cortejo, que se realiza apenas de quatro em quatro anos.
É português, é tradicional, é uma festa colorida, muito bonita e acompanha gerações...mas não teve qualquer interesse, nem mereceu nenhuma cobertura por parte dos canais nacionais, que gastaram todo o budjet no Mónaco.
Da minha parte fica aqui a contestação e a divulgação.

Foto: Do Báu lá de casa.
Dedicado ao Afonso e à Laura.-
 As flores que ornamentam o Tabuleiro foram feitas por eles ajudados pelos pais.
 



sexta-feira, 1 de julho de 2011

O gang do parlamento

Ontem a policia judiciária prendeu o Gang que andava a rebentar com as caixas multibanco, mas ao que tudo indica foi apenas uma manobra de diversão, uma vez que os verdadeiros saqueadores continuam à solta, disfarçados de políticos e com medidas que nos explodem directamente os bolsos.

Imagem: Internet- SergeiCartoons.com