sexta-feira, 30 de março de 2012

É sexta-feira....

Para terminar mais uma semana, aqui ficam algumas dicas de auto-ajuda. Afinal há tanta "alminha" por aí que precisa tanto.

Ninguém é completamente inútil... pelo menos serve de mau exemplo.
Errar é humano, mas achar de quem é a culpa é mais humano ainda.
O importante não é saber, mas ter o telefone de quem sabe.
Quem sabe, sabe e quem não sabe é chefe
Deixar a bebida é bom, mas é bom lembrar também onde a deixou.
Existe um mundo melhor, mas é caríssimo.
Existem três palavras que abrem muitas portas. Puxe, Empurre e politico.

quinta-feira, 29 de março de 2012

O clube da Marmita

Sem nos apercebemos, passamos grande parte da nossa vida no local do trabalho, chegamos cedo, almoçamos no cubículo com o micro-ondas, quase que dormimos em cima da secretária, a acabar o que deveria ter sido feito ontem... É muito tempo do nosso tempo. De tal forma que nem sempre conseguimos que as relações laborais, com os colegas, os clientes, os chefes, etc... se fiquem apenas por aí. Somos humanos, temos sentimentos e emoções, e por vezes criamos laços com essas pessoas que ultrapassam a barreira do informal, para outro nível, o da amizade e que ficam para sempre, mesmo quando profissionalmente nos mudamos para outro lugar.


Imagem: Internet


segunda-feira, 26 de março de 2012

Turismo inovador

Tenho andado em reflexão, como sabem as feiras de viagem já começaram e são cada vez mais as opções disponíveis.

Então, se quiserem acompanhar os ministros nas várias deslocações oficiais pelo mundo fora, poderão comprar um pacote de Turismo Politico, que inclui alojamento, transfers, e ainda um manual de corrupção activa.
Se preferirem a opção de Turismo Criminal, esta viagem a Inglaterra, incluí um guia que reproduz todos os passos dados pelo Sr. João Vale e Azevedo e ainda alojamento com pensão completa, onde poderão usufruir de todas as refeições na sua companhia, desde que sejam vocês a pagar, porque como todos sabem, esta celebridade está falida.
A terceira opção, é aquela que o Ministério da Saúde colocou à disposição de todos os pacientes: O Turismo da Saúde, ou seja uma pessoa que esteja doente em Faro, só tem que aguardar, pois mais tarde ou mais cedo, a probabilidade de ser chamado para ir ao hospital em Trás-os-Montes, é de 99%.
Realmente é de louvar esta ideia, pois com a crescente falta de recursos da população portuguesa, esta será provavelmente a única viagem que alguns poderão fazer nos próximos tempos.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Regressar a casa

Existem obstáculos que por mais que nos atravessem o caminho, vezes e vezes sem conta, nunca parece estarmos preparados para eles. Por mais que a história se repita, os momentos são vividos e sentidos com a intensidade de uma terceira vez mas com o sabor de uma primeira... o que os distingue, é apenas a nossa experiência em os ultrapassar; deixar que as lágrimas de angustia, de medo e de incerteza, causadas pela incapacidade de controlar o momento, não nos retirem o desejo e a esperança, de regressar para aqueles abraços apertados. De voltar depressa para casa!

Foto: Catirolas com dificuldades em chegar a casa.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Presença paternal

São cada vez mais jovens em mentalidade e mais velhos na paternidade; são mais instruídos, com mais conhecimentos e visão da vida. Procuram estar constantemente actualizados, preocupam-se com o corpo, com o cabelo, com a pele e com a imagem em geral; gostam de perfumes e de roupas com estilo. Conhecem lugares distantes, falam diversas línguas e viajam para toda a parte do mundo, alguns fisicamente outros apenas virtualmente.
Os pais de hoje são um pouco diferentes dos de ontem, é natural, faz parte da evolução da vida, mas o que se espera que não mude, é a essência da paternidade; o estar presente para amar, brincar e educar, e que a atenção que dão aos seus filhos não seja apenas uma mesada no final do mês, com vários números de ausência e muitos zeros de presença.

Todos os dias são dias do pai, desde que nos lembremos dele.

sexta-feira, 16 de março de 2012

O recado

Por vezes damos conta de pequenas coisas que numa primeira análise, parecem o paraíso, mas que depois de um olhar microscópico, são na realidade algo que procuramos sempre evitar:
Boleias duvidosas, ofertas de emprego ruinosas, compras desastrosas, noticias catastróficas, amizades venenosas... e por aí fora.
As estatísticas diz-nos que é quase certo impossível evitá-las a 100%. O bom senso diz-nos que pensar nisso a toda a hora é doentio e deprimente.
A Catirolas lembra, é sexta-feira, e mesmo que não tenhas o que fazer no fim-de-semana, às vezes não fazer absolutamente nada, é maravilhoso.
Bom fim-de-semana. 

Imagem: Internet

terça-feira, 13 de março de 2012

Os portugueses cantores

Portugal já tem representante para o festival da canção deste ano, em Baku, Azerbaijão, no dia 24 de Maio.
A vencedora foi Filipa Sousa com "Vida Minha". Apesar do concurso ter sido transmitido na RTP no último fim-de-semana, tive algumas dificuldades para encontrar a canção. Bem sei que a qualidade de alguns temas e o nosso historial, pouco famoso neste concurso, lhe retirou o protagonismo de outros tempos, no entanto é a nossa cultura e identidade que está em causa, merecia por isso um pouco mais de destaque na comunicação social.
Considerações à parte sobre este assunto, a verdade é que não se percebe porque razão Portugal nunca ganhou um festival da canção, uma vez que indiscutivelmente somos um país de cantores, basta um olhar mais atento para perceber:
Entre tantos outros temos, os famosos cantores do chuveiro, o bandido que canta (canção do bandido), os condutores cantores e até os nossos políticos, que passam a vida a cantar medidas que nos enchem os ouvidos ao mesmo tempo que nos esvaziam a carteira. Por isso não se percebe, só pode ser má vontade.

segunda-feira, 12 de março de 2012

O pai google

As relações entre pais e filhos ao longo dos tempos, sempre foram alvo de "algum" conflito entre gerações. E se é verdade que o facto de existirem cada vez mais, pais intelectualmente instruídos, aproxima gerações, suprimindo a distinção entre elas. É também verdade, que esta excessiva flexibilidade e liberdade paternal, não é sinónimo de educação e muito menos de aproximação.
O reflexo disso é o resultado de um estudo levado a cargo por uma universidade Inglesa, a Birmingham Science City, que diz resumidamente, que 54% das crianças, dos 6 aos 15 anos, consulta primeiro o google, quando tem uma dúvida sobre qualquer assunto, e só depois questiona os pais ou os professores.
Apesar de não poder falar com conhecimento de causa, uma vez que nesta questão sou apenas filha, e sempre tive um relacionamento de profunda amizade com os meus pais. Este não deixa de ser um resultado que me faz reflectir sobre a sociedade que estamos a gerar, a quantidade e utilidade do tempo que dispendemos com os nossos filhos, e a qualidade desse tempo.

sexta-feira, 9 de março de 2012

O peixe da praia

Estes dias confusamente quentes de ainda Inverno, quase Primavera, a saber a algumas tardes de Verão com vista para o mar... começam a colocar a nu, literalmente, aquelas partes do corpo que permanceram escondidas vários meses, demasiado, para o meu imaginário de pernas e barrigas devidamente torneadas e depiladas, porque nem numa terra de pescadores, tudo o que vem à rede é peixe.
Gaivotas, voltem estão perdoadas!

Aqui fica uma música para animar o fim-de-semana:
2012 Gramesindas - Aluga-me Uns Panêres

quinta-feira, 8 de março de 2012

Toda a verdade sobre as mulheres.

Para quem acha que os dias instituídos apenas servem para lembrar, por um momento, consciências mais adormecidas e apesar deste dia ter um significado especial na minha vida.
Gostaría de dizer a todos os homens que nos amam, que não adianta tirar cursos, conversar com os amigos sobre o assunto, vestirem-se de "nós" no Carnaval, ou tentar perceber o que se passa na nossa cabeça, é tempo inútil e desnecessário... somos aquilo que somos à nossa maneira e  de uma forma clara, ou de outra  mais complicada, tudo o que queremos, não é mais do que o que qualquer ser humano quer. Que se esforcem e que se interessem por nós e por aquilo que fazemos com tanto carinho e dedicação...Mas se esse interesse vier acompanhado com um ramo de flores, também não faz mal.

segunda-feira, 5 de março de 2012

A Incompetência por estes dias premeia-se

Num mundo real... quando alguém é incompetente, ou não tem realmente capacidades para executar o cargo para o qual está a ser pago, mesmo depois de toda a formação e informação disponibilizada pela entidade patronal, deverá naturalmente ser substituído por outro. Mas não, em algumas empresas, o que se faz, é premiar essas pessoas tirando-lhe responsabilidades e promovendo-as a cargos onde ganhem bem e não façam asneiras, e eu já trabalhei numa assim. É aquilo a que se chama de caridade laboral, ou se preferirem de burrice organizacional.
No caso do nosso Ministro da Economia. Se passou, devido às suas capacidades, ou à falta delas, a ser um mero executante do Ministro das Finanças, então, e se não o querem mandar embora, deveria começar a receber como tal, na minha opinião, deveria até deixar de ser designado como Ministro, passando a ser apenas, por exemplo Secretário. E acreditem, esta não é apenas uma questão política ou financeira, é especificamente um caso equidade e justiça para com todos aqueles portugueses fantásticos que procuram trabalho e não têm sequer uma oportunidade para provar a sua competência.



sábado, 3 de março de 2012

Humor da Cartola

No início de mais uma Btl, o primeiro-ministro veio dizer que espera que os portugueses façam uma boa gestão dos recursos para poderem ir de férias... ou seja, sem trabalho, sem subsidio de férias, com todas as politicas que emagreceram o rendimento disponível das famílias e de todos esses cortes, que até São Pedro se retraiu em mandar vir a chuva, com medo de pagar imposto. O Sr. primeiro-ministro espera que os portugueses tenham dinheiro para poder ir de férias!

O que vai acontecer é que as pessoas vão ter que ficar em casa, aquelas que ainda a têm e que não foi levada pelos credores, porque para muitos, a única forma de apanhar um escaldão neste e nos próximos anos ,vai ser nos quintal ou na varanda de suas casas...
Tem sentido de humor o Dr. Passos Coelho lá isso tem.