quinta-feira, 27 de março de 2014

Já falaram com alguém hoje?

A evolução do mundo e a evolução natural de todos nós faz com que as proximidades e as acessibilidades virtuais e físicas, sejam na realidade e simultaneamente um processo cada vez maior de proximidade e de afastamento social.
Naturalmente mudámos a forma de comunicar e as palavras que utilizamos hoje, para comunicar uns com os outros, são na sua maioria caracteres e imagens mais ou menos abreviadas, que muitas vezes nos levam a esquecer os sons, os cheiros e o tacto do contacto humano e isto não é assim tão absurdo, se repararem tanto pessoal como profissionalmente, as chamadas telefónicas que fazemos diariamente, são uma pequena, nano porção, dos contactos que fazemos via email e o mais estranho é que ficamos todos com a sensação de que já falámos realmente com alguém hoje.

domingo, 23 de março de 2014

Demasiado optimista e sonhador para um domingo, véspera de segunda.

O mundo não é um lugar comum, tal não é as diferenças que existem em cada recanto e em cada lugar, mas o mundo tem lugares que são comuns e que apenas diferem na forma como cada pessoa interage com eles, assim como são sempre diferentes as formas como as pessoas se relacionam umas com as outras. 
...E esperar que hajam de uma forma correta, honesta, sincera, com a comunidade desse mundo, com os outros, estranhos ou conhecidos e principalmente com elas próprias, é talvez querer fazer desse mundo um lugar de lugares únicos. Demasiado optimista e sonhador para um domingo, véspera de segunda.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Dia do pai no mundo real.

Ontem foi o dia do pai. Fotos, mensagens, lembranças...mais ou menos reais e honestas, muito se disse e tudo se viu um pouco pela virtualidade a que tanto nos habituarmos, mas a verdade é que este outro mundo em que "pensamos que vivemos", não consegue superar em nada, todo o sentimento daquele abraço físico e carnal, do carinho, da cumplicidade...e que faz realmente do dia do pai o dia de qualquer filho. 

terça-feira, 18 de março de 2014

Manifestação Pública "Quero Ser Tua" .

Os tempos estão difíceis...Hoje em dia as manifestações são quase uma imagem de marca da sociedade portuguesa, uma forma de contestar o que não está certo. Mas a verdade é que já se tem visto manifestações que não são mais que manobras politicas, que pouco ou nada fazem para defender os direitos dos trabalhadores e dos cidadãos e que utilizam a conjuntura e  mobilizam pessoas para um único fim, a descredibilização do verdadeiro sentido da democracia. Claro que no meio do que está menos bem, existe a honestidade e a seriedade de muitos e não podemos generalizar. Mas politiquice à parte, o que por estes dias gostava mesmo, era de ver uma manifestação pública sobre a canção que irá representar Portugal no Festival da Canção, em Copenhaga, no próximo mês de maio, mas tenho a certeza que poucos foram aqueles que acompanharam o concurso e que já ouviram a canção.
Pimbalhadas à parte, ninguém diria mas a música foi escrita e composta por Emanuel.


quarta-feira, 5 de março de 2014

Vacas magras versus vacas obesas

Ao vislumbrar as listas da "Forbes" , é curioso constatar que se para os mais ricos, os tempos de "vacas magras" são tempos de "vacas gordas", para os mais pobres as "vacas magras", são já carcaças em decomposição onde já nem os ossos se pode comer. 
As desigualdades económicas, o abismo entre os que muito têm e os que de quase nada vivem e a extinção progressiva da classe média, são uma realidade dos nossos tempos... por vezes muito se especula de como seria se houvesse a 3.ª Guerra Mundial, que tipo de armas iriam destruir o planeta, mas a realidade é que já há muito que esta guerra está a acontecer, a mais longa e a mais dolorosa, a guerra económica e social, a guerra dos que tudo têm e dos que do nada sobre(vivem). 

http://www.forbes.com/lists/