quarta-feira, 2 de junho de 2010

Combate à preguiça

Notícia de Última hora: O Governo acaba de aprovar uma Alteração ao Código do Trabalho que prevê 9 medidas de austeridade e de combate à preguiça.
As novas regras entram imediatamente em vigor assim que acabarem de ler este post.

As Alterações:
1 – ROUPA, INDUMENTÁRIA, TRAPINHOS DO DIA A DIA:
Segundo o novo diploma, todo o funcionário deverá trabalhar vestido de acordo como seu salário.
a) Se o virmos calçado com uns ténis de 100 Euros, ou uma bolsa de 150 Euros, presumiremos que está muito bem de finanças, logo, não precisa de aumento.

b) Se ele se vestir de forma pobre, será um sinal de que anda a gastar o dinheiro noutras coisas, e que precisa de se controlar e de comprar roupa mais adequada, logo não precisa de aumento, talvez apenas de uma formação paga pelo próprio.

c) Se ele se vestir no meio-termo, estará perfeito e portanto, não precisa de aumento.

Nota: Estas regras não se aplicam aos que por força da profissão têm que trabalhar despidos.

2 – AUSÊNCIAS:
a) Por doença:
Já não se aceitam mais declarações do médico como prova de doença, se o funcionário tem condições para ir até ao consultório médico também tem para ir trabalhar.

b) Ausência devido a cirurgia:
As cirurgias em qualquer circunstância são proibidas.
Enquanto trabalhador o contrato foi feito pela totalidade dos órgãos, remover algo constitui quebra do contrato.

c) Por motivos pessoais:
Cada funcionário terá direito a 104 dias para assuntos pessoais, em cada ano. Chamam-se Sábados e Domingos.

d) Devido ao falecimento de um ente querido:
Esta não é uma justificação para perder um dia de trabalho. Não há nada que se possa fazer pelos amigos, parentes ou colegas de trabalho que bateram as botas. Nos casos raros, onde o envolvimento do funcionário é mesmo necessário, o enterro deverá ser marcado para o final da tarde.
A lei prevê ainda, e em casos ultra especiais, que o trabalhador, trabalhe durante o seu horário de almoço para sair uma hora mais cedo, mas desde que o seu trabalho esteja em dia.

e) Devido à sua própria morte:
Este argumento está previsto na lei, no entanto é exigido um aviso prévio de pelo menos 15 dias, uma vez que cabe ao funcionário treinar o seu substituto e garantir a continuidade do trabalho.

5. FÉRIAS:
Todos os funcionários têm direito a gozar 12 dias de férias, nos dias chamados feriados.

8. O USO DO WC:
A nova lei prevê acabar com o uso abusivo do tempo passado na casa de banho. Através da instalação de um sistema de ordem alfabética, é agora possível controlar as idas ao WC.
Explicamos: todos os funcionários cujos nomes começam com a letra 'A' irão entre as 9:00 e 9:20, aqueles com a letra 'B' entre 9:20 e 9:40, etc. Se não puderem ir na hora designada, terão que esperar pela sua vez, no dia seguinte.
Em caso de emergência, os funcionários poderão trocar o seu horário com um colega. Ambos os chefes dos funcionários deverão aprovar essa troca, por escrito.
Adicionalmente, há um limite estritamente máximo de 3 minutos na sanita, acabando esses 3 minutos, um alarme tocará, o rolo de papel higiénico será recolhido, a porta da sanita abrir-se-á e uma foto será tirada. Se for repetente, a foto será afixada no quadro de avisos e Intranet do Serviço com o título infractor Crónico.

9. A HORA DO ALMOÇO:
As horas previstas para o efeito também sofrem alterações de acordo com a fisionomia de cada funcionário:
30 minutos para os magros, porque precisam de comer mais para parecerem saudáveis.
15 minutos para pessoas de tamanho normal, tempo suficiente para comer uma refeição balanceada que sustente o seu corpo mediano.
5 minutos para os gordos, o tempo para tomar uns comprimidos de controle de apetite e com sorte uma salada.

Estas medidas com entrada imediata, visam combater a falta de produtividade dos “Portugas”, e melhorar o bom humor dos mais carrancudos.
O pior é se alguém do governo lê isto e se lembra de aplicar realmente algumas destas medidas, a sorte é que não tenho assim tantos leitores.

Fonte: Mail enviado pela Raquel Caruço, algumas alterações e acrescentos feitos por Catarina Reis

6 comentários:

Anónimo disse...

LOL! O que eu me ri a ler isto.
Paulo

Tulipa disse...

heheheh olha o perigo de lerem isto e tirarem ideias. Ah! Pois é! Olha que há sítios que não deve andar muito longe :) kisses

Catarina Reis disse...

Ah! Pois é Tulipa infelizmente existem sítos onde estas medidas estão muito próximas da realidade.
Bjs Catarina

patrícia disse...

Adorei! Principalmente a parte da indumentária. Eh Eh Eh! Tenho de começar a ver o que visto... :D
**

Catarina Reis disse...

Um grande problema, pois é Patrícia, eh!eh! Obrigada.
Bjs Catarina

Raquel disse...

Ontem, estávamos na Faculdade a almoçar e a pensar que se nos esquecêssemos de regressar depois do almoço o que aconteceria?
Será que nos ligavam a saber aonde andávamos! Nahn... :)
Estivemos numa risada pegada a imaginar o gozo que isto nos daria! Ah pois dava!

Beijinho

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...