terça-feira, 30 de novembro de 2010

O apelo

Enquanto esta onda de solidariedade invade o país, enquanto se multiplicam os peditórios para tudo quanto é associação e se triplicam os anúncios que apelam desesperadamente ao consumo das carteiras, mais ou menos vazias, de seres mais ou menos inteligentes. Muitos são aqueles que, nesta época festiva, não hesitam em trocar o seu animal de estimação por um brinquedo inanimado.
Não deixe o seu amigo tornar-se num sem-abrigo.


Foto: Do báu lá de casa.
"Canina" adoptada com sucesso.


7 comentários:

patrícia disse...

Tenho oito gatos e um cão! É para mim impensável deixa-los sozinhos, abandona-los... seja por que motivo for. Mesmo quando vou de férias deixo sempre alguém encarregue de os alimentar e dar uns miminhos... Tudo faz falta! :) **

Julie D´aiglemont disse...

Costumo dizer que não sou exemplo para nada e ando muito longe do politicamente correcto. Apesar disso, até um coração de pedra como eu fica lavado em lágrimas com o abandono de animais. Por isso é que tenho 11 cães e 2 gatos - todos orgulhosamente rafeiros.

siceramente disse...

boa boa boa! há anos que não tenho animais, mas gosto muito das pessoas que zelam por eles :)

Lala disse...

jamais faria uma barbaridade dessas... tadinhas das minhas bichinhas!!
Excelente forma de apelo!!

Beijinhos

Tulipa disse...

Eu ando cheia de vontade de voltar a mimar um animal de estimação, um gatinho, cheia de vontade mesmo! :) Kiss

Catarina Reis disse...

Sim Patrícia eu quando me ausento também tenho alguém que me vem dar carinho aos meus bichinhos.

Catarina Reis disse...

Julie isso é que é amor aos animais.

Siceramente, acho que devias adoptar um animal.
Lala eu sei que tu és das minhas.
Tulipa está na hora de adoptar um animal... um gatinho é uma óptima companhia e não dá muito trabalho.

Obrigado a todos os animáis merecem, beijos

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...