segunda-feira, 1 de novembro de 2010

O embalo

Já passou.
Tantos planos de manhãs submersas pela água do mar, e eis que veio a chuva. Tanta vontade de sair e correr com as pernas no ar, num lugar onde os pássaros se aventuram, e eis que veio o vento.
O pior do piropo já passou, a partir daqui é sempre a somar: as contas da casa versus orçamento do Estado que vai e vem de um lado para o outro, como se o Estado estivesse a embalar o berço dos seus enteados...e sem esquecer que os enteados somos todos nós.
Próxima crise? 36 anos.

Imagem: Internet

4 comentários:

Tulipa disse...

Hum...é hoje? O mau génio e a crise em vésperas de aniversário? Será? Um excelente dia! :)

Lala disse...

eles bem nos embalam... para ver se adormecemos... e nós... o povinho pacato e sossegado que eles têm a sorte de governar, acho que chegámos a adormecer... agora que PARECE que acordámos... já o leitinho esfriou...

Beijinhos!

siceramente disse...

mas que crise tão rápida! também quero dessas :D

Catarina Reis disse...

Não foi bem em vésperas de aniversário... mas quase Tulipa.

Pois quando o leitinho esfria já não há quem o aqueça Lala.

É uma crise que passa depressa pois tristezas não levam a nenhum lado siceramente.
Beijos

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...