quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

A Inquietude

Todos já ouvimos falar que os artistas vivem num mundo à parte, porque têm a capacidade de se abstrair da realidade de uma forma que os comuns mortais não são capazes de o fazer. Ora um exemplo disso, é o escritor chileno de 72 anos, Eduardo Labarca, que resolveu urinar no túmulo do colega, escritor de lingua castelhana, Jorge Luís Borges. Segundo informação do jornal britânico "The Guardian", esta foi a forma que  encontrou para lhe prestar uma homenagem. A fotografia do acto, vai correr mundo na capa do próximo livro que se intitulará de "El Enigma de Los Módulos".

Homenagem ou não, a realidade é que esta não deixa de ser uma forma inteligente de fazer publicidade a um livro que, pela capa, já é notícia por todo o mundo. E apesar de este não ter efectivamente urinado e sim de ter simulado tal acto, com a ajuda de uma garrafa de água,  é nojento e levanta polémica, de uma maneira tão eficiente que desperta a curiosidade dos mais ou menos aficcionados pela leitura.

A minha inquietude vai para o risco desta moda pegar e de termos num futuro próximo, por exemplo, a Margarida Rebelo Pinto a fazer chichi no túmulo da Sophia de Mello Breyner, pela promoção do livro Não Há Coincidências Parte Dois. Conseguem imaginar?

Imagem: Internet





3 comentários:

LM disse...

Ora agora é que me lixaste: fiquei sem saber o que é pior, se a imagem da Rebelo Pinto a fazer xixi, se a de (mais) um livro novo da peça.;)

patrícia disse...

Selo para ti no meu blog... :) **

Catarina Reis disse...

Pois LM não é fácil. Beijos

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...