quinta-feira, 15 de setembro de 2011

E cortar as unhas não?!

Na América, segundo lugar nas questões de fenómenos, logo a seguir ao Entroncamento, uma mulher bate o recorde mundial com as maiores unhas do mundo, seis metros de comprimento nas duas mãos. Esquecendo o lado nojento da coisa, eu só consigo pensar na aflição desta mulher, quando usar a técnica do Zé Portuga para tirar a cera dos ouvidos, ou quando estiver a limpar o rabo depois de fazer as necessidades, entre outras tantas coisas que as vossas cabeças maquiavélicas poderão imaginar.

Quanto a mim, acho que alguém deveria dizer aquela senhora, que existe um objecto chamado corta-unhas, se bem que no caso dela, talvez uma serra eléctrica fosse mais funcional.

Imagem: Internet

6 comentários:

M. disse...

Bleurk!!!

Que nojo...e é fácil ficar ainda mais nojento com um pouco de imaginação que eu dispensava:)

AVOGI disse...

Que porca
kis :=)

Estudante disse...

Blherk.. ca nojo x)

Semprábrir disse...

A primeira questão é: como é que essa aberração se lava?
E mandá-la internar? lolol

Catarina Reis disse...

Realmente é o que eu penso uma grande porcaria, acho mesmo que o guiness não deveria aceitar certos tipos de recordes.

Obrigada a todos. Beijos

Tulipa disse...

É uma grande porcaria mesmo e faz-me muita impressão. bjs

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...