quarta-feira, 2 de maio de 2012

O melhor do ser humano

Não me venham dizer que é uma questão de crise e de necessidade, em larga maioria, não creio que seja, porque os mais necessitados não têm sequer 10,00€, quanto mais 100,00€, para gastar.

O melhor do ser humano, é passar o dia do Trabalhador, enfiado num supermercado a consumir compulsivamente, como se o país tivesse entrado em guerra e os bens essências fossem acabar, enchendo os carrinhos com compras e esvaziando as prateleiras, aos murros, empurrões, gritando, correndo, mostrando o que de melhor e mais humano existe em cada um de nós: a ganância e a cobiça de conseguir aproveitar uma promoção, que na aparência pode até ser vantajosa, mas que depois de equacionadas todas as variáveis, tempo despendido, saúde física e psíquica e até o preço de alguns bens, não deixa de ser apenas mais uma ilusão, criada com sucesso, pelas ferramentas da publicidade. 
Quanto ao Mítico e Simbólico 1º de Maio, foi apenas mais um feriado, que tendencialmente e a avaliar pelas acções da humanidade, parece começar agora a deixar de fazer qualquer sentido.

6 comentários:

anouc disse...

Relax.
Fui, (por acaso) e não vi nada disso de empurrões ou gritos ou o que quer que fosse. Vi até uma inesperada camaradagem nas filas, que eram longas mas que não eram assim tão longas. Pelos menos onde fui.

Só sei que num país onde o salário mínimo é de 400 e tal euros, e que muitos desgraçados nem isso ganham (eu conheço pessoas a recibos verdes a ganhar 300€ por mês e a pagar 124€ se segurança social), isto foi uma pequena ajuda sim.

Catarina Reis disse...

Ainda bem que foi assim contigo Anouc... Cada caso é um caso, se ajudou ou não?? Dou o beneficio da dúvida... para a maioria talvez tenha sido apenas mesmo uma ilusão. Obrigada por partilhares a tua experiência. Volta sempre, mesmo sem promoções. EH!EH! Beijos

Gasper disse...

Até pode ter sido uma ajuda, mas penso que, como tudo, foi levada ao exagero.

Gasper disse...

Até pode ter sido uma ajuda, mas penso que, como tudo, foi levada ao exagero.

Luciano disse...

Senti vergonha de ser português.
Apesar de praticamente não ter nada em casa, obviamente que nunca teria ontem entrado no PD.
Os tugas têm o que merecem. Não precisam de um novo governo, Portugal é que precisa de um povo novo.

A Tulipa Azul disse...

Concordo que o povo exagera, mas que foi uma ajuda nas compras no mês foi, eu tinha 160 euros em compras e paguei só 80 euros, foi uma diferença grande valeu a pena:)

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...