quarta-feira, 9 de maio de 2012

Reflexão sobre a ausência de feriados

Não sei o porquê de tanta especulação, nervosismo, e perca de tempo à volta desta questão. A verdade é que cada vez mais, e infelizmente, à menos gente a trabalhar. O desemprego que aumenta todos os dias, e a ausência de perspectiva de trabalho, faz com que, para muita gente, todos os dias, sejam feriados e tempo de férias forçado.
O crescimento económico e o aumento de produtividade, só é possível, se existir gente activa a produzir e a trabalhar, tudo o resto são apenas papeis a saltar em cima da mesa, para justificar a existência de uma pasta, num faz de conta de produtividade. 










Imagem: Internet, Telejornal RTP1

1 comentário:

Luciano disse...

Já não há perspectivas de melhoras para este país. O colapso pode acontecer a qualquer momento.
Bjos.

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...