quinta-feira, 6 de junho de 2013

E se subitamente começassem a chover cartas?

Enganam-se aqueles que achavam que hoje, dedicaria páginas e páginas de escrita, a instruir o Sr. Primeiro Ministro, (que afirma: "não ter medo dos portugueses"), que medo é uma coisa totalmente diferente de respeito.
Respeitar aqueles que confiaram nele para chefe do governo é tudo o que os portugueses queriam.

Sobre os encerramentos dos serviços às populações, incluindo os postos dos CTT, a visionária Catirolas já em Novembro de 2011, tinha dedicado um texto a este assunto que poderão reler aqui:
Por isso, e depois de ter visto nos últimos dia, os protestos das populações e constatar "In loco" o encerramento do posto de correio na "santa terrinha", tendo ficado agora o mais próximo, a 5Km, só me resta acrescentar,  que  o maior protesto que todos poderíamos fazer era, esquecermos os SMS e as Redes Sociais e começarmos a enviar cartas uns aos outros.  

3 comentários:

somaijum disse...

Pois é, respeitinho por quem lhe mete a palha na manjedoura, já era bom.
Quanto aos CTT, é uma vergonha. Entregam tudo aos privados e esquecem o serviço público.
Outro dia até fiquei agoniado com o caso de Castro Laboreiro. Haverá outros e se calhar mais graves. Mas conheço aquela zona (já lá acampei) e é inacreditável como é que alguém pode achar Melgaço uma solução para aquelas pessoas. Aquilo fica no cimo da Serra da Peneda e Melgaço fica cá em baixo, junto ao rio. Aqueles 25 Km que são difíceis mesmo no Verão, devem ser medonhos no Inverno.
Não há quem ponha um fim a isto... nem uma bala perdida. :/

luís rodrigues coelho Coelho disse...

As cartas foram e são um presente que nos chega via ctt.
O perfume do papel e a figura do carteiro são parte da notícia. Depois a curiosidade dos circunstantes e a ansiedade de saber mais ... o que se passa para lá do papel...como foi escrito e as emoções que nos transporta ...

Tudo tem um nome - destruição de todas as formas que estávamos habituados e sem nenhuma receita de troca que tenha um nome e uma rota segura.

O1º ministro devia ter medo não dos portugueses mas da sua falta de visão e de palavra.
De manhã promete , ao meio dia já se desdiz e a noite nega tudo...

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Catarinamiga B

Fiz, faço e façarei(*) todos os esforços mais ingentes para epistolar. Os sacanas dos (des)governantes que são capazes de dar cabo dos CTT/CORREIOS DE PORTUGAL são capados, ops, capazes de muito mais. Vendo bem, eles são mesmo capados intelectualmente, se éke têm cabeça; tronco (de árvore frondosa) e membros com cascos!...

O Cuelho não tem medo? Tem é co. E quem tem co, tem medo!!!

Qjs

Henrique

_____

(*) O palhaço está a fazer escola, éoké.




Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...