segunda-feira, 3 de junho de 2013

Pelos direitos das ervas daninhas

Os incêndios são uma praga em Portugal, não por culpa dos incendiários, pelas altas temperaturas, ou até  por falta de meios de combate aos incêndios, mas por falta de respeito, de civismo e de cultura de preservação florestal. 
Este ano, mais do que nunca e devido ao tempo que se tem feito sentir, vai ser um ano muito complicado para os bombeiros, mal comece a época dos incêndios. O mato cresceu desalmadamente e muitos dos corta-fogos, ainda estão obstruídos pelas árvores de grande porte que caíram, na última tempestade de Fevereiro.
Os proprietários no qual se incluí o estado, não limpam os terrenos, onde as árvores de grande porte coabitam com ervas de toda a espécie, que crescem livremente juntamente com lixo alheio, sem qualquer oposição. 
No bairro onde habito, existem donos de pequenos quintais virados para a rua, que são numa escala reduzida, reflexo disso:  Proprietários de quintais, onde a erva cresce de tal forma, que chega a tapar a vista da casa dos que lá habitam, sem que os mesmos se importem com isso. 
Cidadãos profundamente sensibilizados e empenhados em defender a causa dos direitos das ervas daninhas e da manta morta. 
 
 
 

4 comentários:

somaijum disse...

Só tenho pena de ter um telemóvel antiquado, quando acontece presenciar coisas do género da que vi hoje e não fotografei.
Ia a caminho do Hospital, quando de repente vou dar a uma destas rotundas EEEOOORMES, feitas em tempo de campanha eleitoral, com erva que não deixava ver para o outro lado.
Mas isto até não era nada de anormal, se do meio da erva com mais de 1 metro de altura, não esguichassem jactos de água de dois ou três pivot's de rega, em pleno funcionamento. ahahahah

JP disse...

Pois é um problema que vai voltar já já....

Mas as pessoas farão sempre o mesmo.

Beijinho

Luciano disse...

Este post deu-me uma ideia para um título de filme: "A Vingança das Ervas Daninhas". lololololol=)))
Beijinhos

A Tulipa Azul disse...

Infelizmente ninguém se preocupa com isso.:(

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...