terça-feira, 25 de maio de 2010

Vizinhos ou pestes do lado.

Quem os não tem?
Simpáticos, taciturnos, educados, mal-educados, metediços, sociáveis, barulhentos, sossegados, enfim…
Eles são aqueles seres, meio do outro planeta, que ocupam “a porta ao lado”, e que por vezes, vemos mais vezes, que vemos um amigo ou um parente próximo; que espreitam à janela para ver com quem chegamos, ou o que trazemos na mão; que nos colocam os cabelos em pé, quando soltam o cãozinho e o pobre animal escolhe o nosso portão para fazer as necessidades; que nos oferecem os pepinos da horta, só para parecerem simpáticos e para tentarem perceber qual o tapete que temos no hall; que fazem barulho pela noite fora, precisamente naquele dia em que precisamos de dormir, porque vamos levantar cedo; que acendem a churrasqueira para assar sardinhas, no dia em que o vento está na nossa direcção, só para nos empastar a roupa do estendal com o cheiro a peixe; que ocupam sempre o lugar onde gostamos de estacionar o carro, no dia em que não o queremos arrumar na garagem… e outras tantas coisas propositadamente ocasionais, que ficamos na dúvida qual a verdadeira intenção da acção.
Eles são na realidade, aqueles seres familiares, que vivem, mais ou menos próximos de nós e a quem podemos recorrer sem grande dificuldade.
Eles não são na realidade, mais do que também nós somos para eles:
- Vizinhos.


Imagem: Internet

4 comentários:

Tulipa disse...

Gostei muito deste post. Eu tb já pensei escrever um, mas um pouco diferente ;) Eu tenho uma relação de amor-ódio com os meus...é assim uma coisa meio difícil de explicar, detesto que se metam na minha vida...mas a verdade, é que me sinto muito mais segura por saber que eles existem :)
kisses

Catarina Reis disse...

Compreendo-te Tulipa, o que aqui escrevi hoje é o que se passa realmente entre mim os meus vizinhos.
Bjs Catarina

Manuela Coelho disse...

A verdade é que fazem parte da nossa vida quer queiramos quer não.Se forem coscuvilheiros saberão tudo da nossa vida. Se forem indiferentes, nem darão pela nossa existência.E depois há aqueles simpáticos, que nos dão marmelada, frutos e legumes da horta.:)
Enfim...é para dizer que gostei do teu texto e do blog.

Catarina Reis disse...

Olá Manuela, os vizinhos fazem mesmo parte da nossa vida. Obrigada pelo teu comentário e pelas palavras simpáticas. Espero que venhas aqui mais vezes e comentes, afinal este blogue é de mim para mim e para todos vocês também.
Bjs Catarina

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...