terça-feira, 13 de julho de 2010

O momento.

Depois de tanto suor e lágrimas, depois de tanto esforço passado a ligar e a desligar o número mágico no telemóvel, continuo enclausurado à sombra das tuas enxa(quecas), esperando por uma explicação nos olhos verdes do inexplicável, porque o português não é uma língua difícil.
Caminhar sozinho, acordar perdido e adormecer acompanhado pelos desafios que a vida coloca todos os dias, não é para qualquer um… Longo é o caminho que não acaba na estrada, entre o poder das minhas pernas aprisionadas ao chão da tua infidelidade e a força da gravidade de um amor sem limitações.
Abraça-me! Agora é o momento.

3 comentários:

Su* disse...

Sem papas na língua!
Um beijinho

Catarina Reis disse...

Obrigada.Bjs

Tulipa disse...

Não é para qualquer um, mesmo!

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...