sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Esquecimento

Por vezes vejo pessoas esquecidas na paragem do autocarro à espera de alguém com quem conversar
O esquecimento faz-nos meditar, faz-nos acordar de noite sentindo que perdemos algo, que nos falta um pedaço na fatia do bolo.
Seja por vontade própria ou por distracção cerebral (e excluíndo as doenças associadas à perda de memória); esquecemo-nos de tanta coisa boa na nossa vida, de tantas pessoas que nos querem e nos fazem bem, que por vezes se confunde, este estado, com ingratidão ou egoísmo.
A vida é feita de momentos e esquecer por esquecer não é problemático, desde que  o esquecimento não se torne a nossa vida e o lembrar apenas esse breve momento. 
 
 
 
 
 

4 comentários:

Tulipa disse...

É a solidão. O mal do século XXI. Kiss

Silenciosamente ouvindo... disse...

Há o esquecimento propositado e há o esquecimento que acontece quando a memória
já falha...
De qualquer modo, o ideal é que tivéssemos
sempre memória e nos lembrássemos que por
vezes basta uma simples palavra.
Desejo que esteja bem.
Um beijo/Irene

Lala disse...

para mim a solidão é o pior estado/sentimento que um ser pode alcançar. e o esquecimento dói, a longo prazo, mas dói!
Eu esqueço-me de coisas. não estou doente (felizmente), nem o faço propositadamente... por isso e, antes que me "esqueça" da panela ao lume, preciso que dês lá um saltito e que lhe abras a tampa... tenho lá um presentinho para ti;))!

Beijinhos**

Catarina Reis disse...

Sem dúvida a solidão do século XXI Tulipa. Beijos

Irene uma simples palavra por vezes muda tudo. Obrigada.

Pois Lala, por vezes todos nos esquecemos de alguém ou de algo, mas a vontade de lembrar é que realmente interessa. Obrigada amiga. Beijos

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...