quinta-feira, 10 de março de 2011

Manifestação Facebookiana

Primeiro vieram os almoços em grupo, depois vieram as manias do sexo em grupo, mais tarde surgiram os idealistas das entrevistas em grupo, e agora vieram não sei quantos "facebookianos", impulsionados por uma música dos Deolinda, convocar uma manifestação contra a classe política, o país, e os problemas de trabalho...
O direito de expressão grupal é positivo, no entanto, temos que ter presente alguns índices de racionalidade, não nos podemos esquecer que fomos nós, que democraticamente, elegemos os nossos representantes políticos, assim como fomos nós também, que optámos por tirar cursos, desses que foram enchendo chouriços nas faculdades, sem perspectivas de carreira à vista, ou de empregabilidade.
Mesmo que os governantes tenham um papel preponderante, no sentido de canalizar os esforços para melhorar, ou piorar, a vida das suas populações, e, de actualmente vivermos numa aldeia global, em que não podemos dissociar o individual do colectivo, ainda assim, temos que ter presente, que são as nossas escolhas, que traçam os caminhos da nossa vida e não podemos atirar a culpa para os outros, sem pensar primeiro naquilo que já fizemos, no que fazemos e no que vamos fazer.
Então só assim uma manifestação fará, ou não, realmente sentido.

4 comentários:

Anónimo disse...

Bem visto. Grande Caty como sempre.
PC

Tulipa disse...

A manifestação terá sempre um sentido diferente para cada uma das alminhas que por lá parar, e também para aqueles que o único propósito será aproveitar-se de tal situação. Concordo plenamente contigo que somos os responsáveis pelas nossas escolhas, logo também pelo nosso futuro. Eu, se decidir ir à avenida da liberdade no próximo sábado, vou celebrar o direito e a importância de fazermos ouvir a nossa voz e as nossas preocupações...como tu bem dizes, não manifestar-me contra nada daquilo que escolhi.
beijinho

manjedoura disse...

Concordo plenamente e acrecento que é necessário relembrar que um canudo é apenas mais uma ferramenta de trabalho.

Catarina Reis disse...

É isso mesmo Tulipa. Lutar por aquilo em que acreditamos. Bjs

O canudo, a experiência a formação são sempre uma mais valia pessoal, laboral ou intelectual Manje, porque o saber é algo que não tem preço. Obrigada. Bjs

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...