segunda-feira, 9 de maio de 2011

A Festa de Sábado

Foi uma festa maravilhosa.
Inicialmente poder-se-ia pensar que se tratava apenas, de mais uma festa para a criançada; pelo colorido dos balões; pelo soar harmonioso dos risos; pelas correrias escada acima, escada abaixo; ou pelas brincadeiras habitualmente divertidas. Mas e apesar de o número ter vindo a aumentar de ano para ano, um olhar mais atento depressa nos diz que os miúdos grandes, beberam mais, fizeram mais barulho, elaboraram mais traquinices, e depressa se confundiram no papel de irmãos mais velhos com mentalidade de novos, porque no rescaldo do dia e na ressaca dos abraços da noite, foi mesmo um grupo fantástico de crianças crescidas que fizeram a festa.

Gonçalo (10 anos)  42 - versus Rita  (33 anos)  33

5 comentários:

L.O.L. disse...

Os adultos não passam de crianças grandes. Pois é. :))))))

L.O.L. disse...

Catarina.
Não deixe de participar na minha última postagem.
:)))))))))))

Julio-jagdo disse...

Son como niños.

Besos

Raquel disse...

Gostei muito desta festa. :)

Bjs

Catarina Reis disse...

Pois é crianças grandes... é mt positivo ser um adulto que não se esquece de como é ser criança. Beijos

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...