quarta-feira, 4 de maio de 2011

A treinadora

Ontem estive a ver um bocadinho do novo programa "Peso Pesado", algures antes ou depois do outro Reality Show, onde o Sócrates era o protagonista.

Para mim é perturbante ver um programa onde pessoas tão novas pesam para além dos 100 Kilos, como se deixa o corpo chegar a tal ponto é muito triste. A questão do peso, sempre me perturbou, apesar de nunca ter ultrapassado a barreira dos 50 Kilos, penso que é fruto de algum neurónio estranho que habita no meu interior, vivo um pouco obcecada e amedrontada por um dia vir poder vir a ser gorda.

Nunca fiz e recuso-me a fazer dietas, contudo, eu tenho uma vantagem, sou daquelas pessoas que adora vegetais, couves alfaces e outros primos verdes, sem ligações clubistas. Mas o segredo, para a manutenção do peso, está em fazer exercícios nos tempos livres com as "gatas" da minha vida... duas horas a treinar as corridas com a "Cambalhotas", no quintal: uma hora a treinar os saltos da "Kikinha", na garagem; e finalmente, meia hora a tentar estimular a "Cinha" para brincadeiras debaixo do tapete. 
É uma vida muito atribulada.



4 comentários:

Nilredloh disse...

Olá, Catarina!, :)

Tenho adoro gatos, tenho oito: o Freud (ou Zézito, o Patriarca), Nietzsche (ou Matraca), Napoleãozinho (ou Matraco), Tartufo, Milka, Mini-Maia, Lizzy e Margarito. São A Gente Pequenina da Aldeia.:)

Um beijinho,

Jorge

P.S.: do pouco que vi, tens um blog impecável! Verei o resto mais tarde.

Catarina Reis disse...

Uau isso é que um verdadeiro batalhão de gatos Jorge. Obrigada... eu gosto de animais e principalmente de gatos, aliás umas das línguas que tenho andado a aperfeiçoar é mesmo o gatês... Um beijo e volta sempre.

siceramente disse...

ehehe! não há melhor maneira de fazer exercício!

patrícia disse...

Eu uso o meu cão para fazer algum exercício, o bichano fica todo contente por ir passear... ajuda-me e a ele também... ;) **

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...