sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Pedaladas perigosas

Só quando vivenciamos as coisas, somos capazes de ter uma perspectiva mais fiel da realidade.

Praticar desporto ao ar livre, é algo que me agrada e que não dispenso, apesar de por motivos, não de agenda, mas de outro tipo de desculpas, essencialmente como a falta de companhia ou de preguicite aguda que pode ter, ou não, a ver com o tempo, que me impedem de o fazer tantas vezes, como gostaria ou deveria.
A verdade é que o Btt, (o desporto que pratico mais frequentemente),  sabe melhor na companhia de alguém, mas desenganem-se aqueles que acham que andar de bicicleta, correr, ou até simplesmente andar a  pé são actividades seguras, não são. São na verdade bastante perigosas, pois para além das quedas e do risco do próprio desporto, ou inerentes à azelhice do próprio desportista, (como acontece, principalmente no meu caso e com o Btt); temos ainda, e quando deixamos as serras e as montanhas, e pedalamos em terrenos mais planos, a falta de civismo. Um autêntico perigo para quem quer caminhar, ou dar umas voltas de bicicleta.
É impossível não falar da transformação que acontece à maioria das pessoas quando se senta num carro  para conduzir e o desrespeito que existe pelos peões, e/ou pelos ciclistas. 
É trágico e comum, verificarem-se acidentes mortais com atletas de elite, amadores e familas, atropelados por automobilistas. A verdade é que apesar de fazer parte do Código da Estrada, e tal como acontece em quase tudo, as "minorias", acabam por ser esquecidas, ignoradas e maltratadas pelas  maiorias, neste caso os condutores, é certo que já se tem feito muita coisa para mudar esta situação e consciencializar os condutores, mas infelizmente ainda existe um longo caminho a pedar e muitas subidas e descidas para aprender a fazer.

1 comentário:

L.O.L. disse...

A minha namorada adora andar de bicicleta mas mora numa zona perigosa para a prática desse desporto. Ando sempre com o coração nas mãos por causa disso. Passo a vida a dizer-lhe pra ter muito cuidado com os carros. Enfim. Todo o cuidado é pouco com todas essas bestas que por aí andam ao volante.
Beijocas

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...