sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Há dias assim

Há dias assim!
Quanto mais queremos correr... mais nos falham as pernas! Quanto mais desejamos que o mau tempo desapareça ... mais ele se acumula no cimo da secretária! Quanto mais não queremos ouvir, o chefe, os colegas, o vizinho do lado, o automobilista que nos ocupa a via da esquerda... mais as suas vozes irritantes ecoam, como sinos na nossa cabeça. 
Acordamos macambúzios, mal dispostos, com o "rabo"virado para a lua, numa noite carregada de nuvens, e o dia parece uma longa maratona de desafios e problemas que nunca mais acabam. Pomos em causa o aquilo que somos, aquilo em que acreditamos, questionamos a nossa maneira de ser e culpamos o espelho pela imagem que está reflectida à nossa frente não corresponder, pelo menos naquele momento, às nossas expectativas,  sentindo-nos meio perdidos sem saber muito bem que rumo tomar. 
Mas é nesses tais "dias assim", que nos apercebemos daquilo que realmente importa...A capacidade de  dizer com a ingenuidade, simplicidade e sinceridade de uma criança, sem medos, hipocrisias ou falsidades,  o quanto gostamos de alguém ou o quanto gostam de nós! Porque a vida não tem que ser um longo e penoso percurso para se fazer sozinho.


A Imagem: Está nublada mas a mensagem não.

1 comentário:

Luís Coelho disse...

Olá Catarina
Chegar a esta conclusão em dias assim mal humorados só mesmo por brincadeira....
É preciso voltar a folha e passar para o lado oposto. Precisamos de dizer não à tristeza...Precisamos de beber os sorrisos que enfrentamos.

Publicação em destaque

Outono

Incrível!! Ainda ontem o cair da noite banhava lentamente (a passo de caracol) os nenúfares que boiavam no charco verde de águas cálidas, ...